A show tribute to Graham Wood

A red rose on the piano. A special night at the Ellington Jazz Club. Bossa Nova Baby Show Tribute to Graham Wood’s life, talent and legacy. Thank you everyone for being part of it last night. With love from all of us.

This week on Wednesday 19th July,  Perth lost Graham Wood, great pianist, academic, co-owner of The Ellington Jazz Club and founder of The Perth International jazz Festival. My condolences to the family, Alex, the kids… May Graham be with his beautiful mother Stella and his father… May Graham always be with us through his music and all that he has created to make a difference.

Of course the show Juliana Areias – Bossa Nova Baby at the Ellington this Friday 21st, could not be a regular one, but also a tribute to Graham’s amazing legacy…

Without Graham, the Bossa Nova Baby album would not sound the same. Without Graham, there would be no Ellington Jazz Club, no Perth International Jazz Festival… It was even Graham who introduced me and recommended the talented young pianist Shai Martin who  performed and shared the Ellington stage with us this Friday… Without Graham all the pianists and jazz students from the Western Australian Academy of Performing Arts (WAAPA) would not be the same… Jazz would not be the same, Perth and Australia would not be the same…

You never know how you feel about death until it strikes…

RIP, Graham… Eternal life to your music, creations and legacy… With love from all of us…

Juliana Areias & Graham Wood. Photo take by Glen Moralee

#grahamwood #cityofperth #jazz #jazzfest #pijf #perthjazzfestival #perthjazz #Australia #WAAPA #ellingtonjazzclub #autralianjazz #RIP #bossanovababycd #showtime #tribute #ellingtonjazzclub #bossanovababy #bossanova #latinjazz #rose #redroses #live #livemusic #perth #australia #brasil #brazil #brazilianjazz

Songs of the Latin Skies

After a beautiful concert last week. Guitarist Karin Schaupp and Katie Noonan, my favourite Australian singer. #bossanovababycd#songsofthelatinskies #katienoonan #karinschaupp #julianaareias #thequarry#perth #australia #brazil #jobim #brasil

Ladies, Happy our day! / Parabens Mulherada!

Happy Women’s Day ! Feliz Dia das Mulheres!

Smooth and strong as a woman. Happy our day! A song about our feminine soul…

Delicada e forte como uma mulher. Feliz nosso dia! Uma canção sobre a alma feminina…

#womensday#diadamulher #femininesoul #almafeminina #bossanovababycd #julianaareias

 

Bossa Nova Baby show at the Ellington Jazz Club

Juliana Areias – Bossa Nova Baby Show

Saturday 25 February 7.00pm at the Ellington Jazz Club – Book Now 

img_8870

Calling all bossa nova and samba aficionados. Juliana Areias – Bossa Nova Baby is back after her inspiring tour to Brazil.

The Bossa Nova Baby show has been embraced by audiences across the whole of Australia, Europe and Brazil, showcasing contemporary arrangements of well loved bossa and samba standards – such as “Mas que Nada” and Jobim’s “The Girl From Ipanema”  – as well as Juliana Areias’s original songs from her multi-award nominee album “Bossa Nova Baby”  which has been featured on radio nationally and in Europe, Japan, the United States, New Zealand and Latin America.

Juliana will share her passion and the stage with top musicians Paul Millard (sax / flute), Ben Matthew (piano), Joe Southwell (bass), Vince Pavitt (drums) and surprise guests.

Get ready for a sensuous night of fun, rhythms and beautiful music not to be missed, all to celebrate the Carnival spirit of the week!

More information at : http://www.ellingtonjazz.com.au/event/juliana-areias-bossa-nova-baby/

Hello Australia! Bossa Nova Baby is back – February special shows

andy-bevan-juliana-areias-and-mike-bevanCalling all bossa nova, chorinho and samba aficionados. Juliana Areias – Bossa Nova Baby is back after her inspiring tour to Brazil, the country of Carnival!

In February Juliana will present 3 special concerts :

  • mike-bevanJuliana Areias & Mike Bevan (Adelaide) Quartet at  Fremantle Jazz (12//2) Beyond  Bossa Nova Show – Unifying the “fathers” of Bossa Nova ( Antonio Carlos Jobim) and Chorinho (Pixinguinha).
    Juliana Areias – Bossa Nova Baby (Brazil) and Mike Bevan (Adelaide), sharing the stage with Paul Millard (sax/flute)and @Mike Boase Michael Bo’azz (drums). They will present a stunning afternoon of cool jazz, summer sambas, breezy bossa and captivating choros – Brazil’s most sophisticated musical genre and precursor of samba – authentically performed by Mike on a 7-stringed guitar. It will also be a great opportunity to enjoy groovy improvisations and interesting originals such as Estrela Acalanto (Star lullaby) and Garoto de Copacabana (the Boy from Copacabana) co-composed by Mike and Juliana.

    Juliana has performed at the Montreux Jazz Festival, Sydney Opera House, Ronnie Scott’s in London. She has been featured on ABC Radio National, receiving rave reviews and continuous airplay in Australia, Europe,Japan and Latin America. Music historian Ruy Castro has dubbed her ‘Bossa Nova Baby’.

    Mike Bevan has performed jazz, blues and Brazilian music locally, nationally and internationally in Brazil, Japan, Korea and the US. He has payed in WOMAdelaide, Bellingen Global Carnival Famous Spiegeltent Fringe, cabaret and international guitar festivals with Doug de Vries and Yamandu Costa.

  • ravensthorpe-wa-mini-poster-facebook-juliana-areias-bossa-nova-babyJuliana Areias – Bossa Nova Baby show in Ravensthorpe Town Hall – Regional WA   (18/2).
  • Juliana Areias – Bossa Nova Baby back to the Elligton Jazz Club – Perth (25/2). 

The Bossa Nova Baby show has been embraced by audiences across the whole of Australia, Europe and Brazil, showcasing contemporary arrangements of well loved bossa and samba standards – such as “Mas que Nada” and Jobim’s “The Girl From Ipanema”  – as well as Juliana Areias’s original songs from her multi-award nominee album “Bossa Nova Baby”  which has been featured on radio nationally and in Europe, Japan, the United States, New Zealand and Latin America.

Juliana will share her passion and the stage with top musicians Paul Millard (sax / flute), Ben Matthew (piano), Joe Southwell (bass), Vince Pavitt (drums) and surprise guests.

Get ready for a sensuous night of fun, rhythms and beautiful music not to be missed, all to celebrate the Latin spirit of the Carnival Month!

More information at : www.julianaareias.com

Reviews:

–  “We celebrate the changing face of Australian music with Brazilian-born, Perth based singer Juliana’s excellent, Bossa Nova-centred album.” – ABC Radio National – Daily Planet – Lucky Oceans.
 
– “The toast of the Perth Jazz Scene. The release of Bossa Nova Baby has elevated her above a mere covers singer or bossa specialist. The singer excels in an elegant co-composed duet (Belas Artes) with Australia’s finest Brazilian-oriented 7-string guitarist, Doug de Vries”.– The Australian – Tony Hillier
 
– “It’s bossa that plays soccer with Jazz – as it has since the 60’s – and scoring a goal.  –  O GLOBO– Brazil– Antonio
Carlos Miguel – Music critic  and judge member of the “Latin Grammy Award”.
 
– ” A wonderful Brazilian-Australian bossa nova baby with contemporary bossa nova songs.“– Key and Chords, Belgium/Europe –  Patrick Van de Wiele .

 

Australia Day – Brasilia way – Brazilian Tour Last Show at the capital of Brazil.


buraco-do-jazz-juliana-areias

Juliana Areias apresenta canções de seu álbum de estreia, “Bossa Nova Baby”, no Australia Day 26/1, no Buraco do Jazz na capital do Brasil. 

Cantora encerra sua turnê em um dos eventos de jazz mais prestigiados da capital brasileira, depois de ter sido muito bem recebida por público e crítica em São Paulo, Rio, Salvador e Fortaleza

Brasília, 23 de janeiro de 2017 – Em dezembro, Juliana Areias chegou de Perth, na Austrália, para apresentar ao Brasil seu primeiro álbum, “Bossa Nova Baby”, lançado lá e estourado nas rádios do país, além de ter sido finalista em diversos prêmios na categoria World Music/Latin Jazz e indicado a Melhor Álbum do Ano em 2015 e 2016 no WAM AWARD.

Agora, depois de passar pelo Espaço Promon, em São Paulo, pelo Beco das Garrafas, no Rio, pela Jam no MAM, em Salvador, e por Fortaleza, Juliana Areias chega a Brasília para apresentar esse rico trabalho amanhã, no Buraco do Jazz, um dos eventos de rua mais badalados de Brasília. “Estou super animada com essa participação neste evento tão vibrante do Distrito Federal, onde vou poder mostrar o trabalho que lancei na Austrália. O mais legal é que ele ocorre justamente no Australia Day. Sinto que estou fechando essa turnê com chave de ouro!”, comemora Juliana.

“Bossa Nova Baby” tem 12 composições próprias (listadas abaixo), que trazem um quê de samba, jazz, funk americano, tango, choro, pop e, claro, muita bossa. Além da voz melodiosa de Juliana, outro destaque do álbum é a participação dos melhores músicos de jazz de Perth, que levaram o suingue do estilo musical à bossa. Com apoio conseguido via crowdfunding, além do patrocínio do Departamento de Cultura e Arte da Austrália, o álbum é o primeiro bebê artístico da artista que estava louca para apresentá-lo a seus conterrâneos.

“Foi interessante ver instrumentistas de jazz australianos dando o tempero deles a ritmos tão tipicamente brasileiros. Acho que isso traz uma sonoridade nova ao álbum e reflete o que é este trabalho e minha carreira com um todo: a união de uma raiz brasileira muito forte, sempre presente, mas com influências dos lugares por onde passei. As faixas, inclusive, foram compostas em parceria com músicos do Brasil, Austrália, Nova Zelândia e Europa”, conta ela.

Buraco do Jazz com participação de Juliana Areias

Data: 26 de janeiro (Australia Day), quinta-feira

Horário: das 18h às 23h

Local: Quadra 412 Sul

Preço: gratuito

Banda: Alexander Haichenok (teclado), Carlos Cardenas (sax), Thiago Wojtowicz (sax).

Informações: https://apps.facebook.com/events/256336921464466/

Algumas canções, “Flecha” e “Maré Cheia”, foram finalistas na categoria Melhor Canção do Ano, no prêmio australiano WAM SOTY 2015.

Para ouvir “Flecha”, “Maré Cheia”, “Belas Artes” e “Última Canção de um Amor” em streaming:

https://soundcloud.com/juliana-areias-1/sets/bossa-nova-baby-cd-order

Fotos e vídeos em:

www.julianaareias.com

Sobre as faixas do álbum, por Juliana Areias:

“Flecha” é uma homenagem aos 450 anos do Rio. Pensei no próprio São Sebastião do Rio de Janeiro, com suas flechas e misturei à alegoria das flechas do Cupido, de Oxossi e do Centauro.

“Maré Cheia” foi composta em parceria com Johannes Dimyadi, violonista indonesiano, radicado na Nova Zelândia. É uma canção cheia de balanço, que cheira a mar e verão. Conta a história de um pescador e uma sereia se preparando para um encontro. Vale à pena assistir ao “Lyrics video” / Stop motion com a letra da música sendo lavada pelo mar da praia de Cottesloe, cartão postal da cidade de Perth. Tem participação da Lilás, minha filha: https://www.youtube.com/watch?v=abXomXnNhxY

“Garoto de Copacabana” é uma homenagem a Tom Jobim, à bossa nova e sua “Garota de Ipanema”.

“Dia a dia” é sobre a vivência em São Paulo, em ritmo de tango cinematográfico.

“Como Vai” é a canção pop do álbum. Tem ares de Steve Wonder e Rita Lee, que foi minha primeira referência, inclusive “Bossa Nova Baby” como um todo é dedicado a Rita Lee e Tom Jobim. 

“Night in Takapuna” é a única canção em inglês do álbum e homenageia a praia de Takapuna, meu local favorito Auckland, Nova Zelândia, onde me tornei mãe.

“Estrela Acalanto” é para os filhotes Jobim e Lilás, nomes que escolhi em homenagem a Tom e Djavan.

– “Última Canção de um amor” compus para Genebra, “Meu lugar”, para Salvador, e “Missão”, para Perth, cidades que amo e onde morei.

–  “Belas Artes” foi escrita para o artista e escultor cibernético australiano, Geoffrey Drake-Brockman, em mente, que virá ao Brasil pela primeira vez nessa turnê.

O que a imprensa já disse sobre a Bossa Nova Baby:

“Celebramos a nova face da música australiana com o excelente álbum de bossa nova da cantora brasileira, sediada em Perth, Juliana Areias”. – Lucky Oceans – Rádio ABC, Austrália

“Destaque na cena de Jazz de Perth, o lançamento do álbum Bossa Nova Baby eleva Juliana Areias a um novo patamar, acima de uma mera intérprete ou especialista de bossa nova. A cantora surpreende em uma elegante composição em parceria com Doug de Vries, o mais eminente violonista de sete cordas australiano”. – Tony Hillier, The Australian

“É bossa que bate bola com o jazz, como vem acontecendo desde os anos 1960, e que acerta o alvo”. – Antônio Carlos Miguel, G1

“Maravilhoso bebê brasileiro-australiano, ‘Bossa Nova Baby’ com composições contemporâneas de Bossa Nova”. – Patrick Van de Wiele, Key and Chords, Bélgica

“Ritmicamente perfeito e apaixonante performance vocal”. – John McBeath – Jazz and Beyond, The Australian

“Bossa nova pulsa forte”. – Tanya MacNauhton, The Western Suburbs, Austrália

Informações à imprensa:

Graziele Marronato

e-mail: gmarronato@gmail.com

Telefone/Whatssap: 953 123 316

Facebook: Graziele Marronato

Brazilian tour – After Sao Paulo and Rio, Juliana Areias arrives in Salvador


3-jam-do-mam-juliana-areias-bossa-nova-baby-7-jan-2017-img_9360Juliana Areias chega a Salvador para agitar a

JAM no MAM

Depois de encantar público e crítica em São Paulo e Rio, cantora e compositora radicada em Perth, na Austrália, apresenta as canções de seu álbum de estreia “Bossa Nova Baby” para os soteropolitanos, no dia 7 de janeiro

2-jam-no-mam-juliana-areias-bossa-nova-baby-7-jan-2017-img_936702 de janeiro de 2017 – Ano novo, artista nova, oportunidade excelente para quem mora em Salvador e para quem está curtindo a cidade conhecer o trabalho de Juliana Areias, cantora e compositora, que veio da Austrália lançar seu disco “Bossa Nova Baby, estourado nas rádios por lá, e indicado a “Melhor Álbum do Ano”.

1-jam-no-mam-juliana-areias-bossa-nova-baby-7-jan-2017-img_9381-geleia-solar-ivan-huol-ivan-bastos-felipe-guedes-marcelo-galter-rowney-scott-joatan-nascimento-gabi-guedesVai ser muito gostoso cantar em Salvador porque foi aí que dei meus primeiros passos como cantora, nas areias do Farol de Itapuã, em 1993. Muito emocionante me apresentar pela primeira vez na JAM no MAM, que sempre foi meu point favorito na cidade, desde essa época”, conta empolgada Ju Areias.

O evento escolhido pela artista para este retorno às origens não poderia ser melhor. A JAM no MAM é o projeto que leva aos finais de semana do Museu de Arte Moderna de Salvador uma trilha sonora especial, baseada no melhor estilo das jam sessions. O local tem uma das mais belas vistas da cidade e é ponto de encontro garantido de músicos locais, além de atrair artistas de todo o mundo que, de passagem pela Bahia, encontram ali um espaço democrático para ouvir jazz com “sotaque baiano” e exercitar a arte da improvisação ao lado da banda Geleia Solar — antiga Banda JAM no MAM, que estreia seu novo nome brincando com a tradução de “jam” (“geleia”, em inglês) e com o Solar do Unhão e o clima de pôr- do-sol que caracteriza as sessões musicais em Salvador. A banda é atualmente formada por André Becker, Bruno Aranha, Felipe Guedes, Gabi Guedes, Ivan Bastos, Ivan Huol, Joatan Nascimento, Matias Traut, Paulo Mutti e Rowney Scott.

Juliana Areias irá apresentar algumas de suas 12 composições, que trazem um quê de samba, jazz, funk americano, tango, choro, pop e, claro, muita bossa. Seu primeiro álbum, “Bossa Nova Baby”, conta com participação dos melhores músicos de jazz de Perth, onde mora, e foi produzido com apoio conseguido via crowdfunding, além do patrocínio do Departamento de Cultura e Arte da Austrália. Entre os destaques do disco “Flecha” e “Maré Cheia”, finalistas na categoria Melhor Canção do Ano, no prêmio australiano WAM SOTY 2015.

“‘Maré Cheia’ foi composta em parceria com Johannes Dimyadi, violonista indonesiano, radicado na Nova Zelândia. É uma canção cheia de balanço, que cheira a mar e verão. Conta a história de um pescador e uma sereia se preparando para um encontro. Vale a pena assistir ao “Lyrics video”, um stop motion com a letra da música sendo lavada pelo mar da praia de Cottesloe, cartão postal de Perth. Tem participação da Lilás, minha filha”, explica a artista.

https://www.youtube.com/watch?v=abXomXnNhxY

Para ouvir “Flecha” e “Maré Cheia” https://soundcloud.com/juliana-areias-1/sets/bossa-nova-baby-cd-order

Fotos e vídeos em:

www.julianaareias.com

A jam session do dia 07/01 terá transmissão online através das redes sociais da JAM no MAM (www.youtube.com/JAMnoMAM). A equipe técnica é coordenada pelos cineastas Sofia Federico e Marcos Povoas.

Show de Juliana Areias na JAM no MAM

Local: MAM (Museu de Arte Moderna)

Endereço: Solar do Unhao, Avenida do Contorno, s/n – Comercio, Salvador – BA, 40060-075

Data: 07 de janeiro

Horário: das 18h às 21h

Preço: R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia)

Vendas: no próprio local, a partir das 17h

Realização: Huol Criações – Tel: 71 3241-2983

Informações à imprensa:

Graziele Marronato

e-mail: gmarronato@gmail.com

Telefone/Whatssap: 11 953 123 316

Facebook: Graziele Marronato

Skype: graziele.marronato

JAM no MAM – Um espetaculo de som e imagem – primeira do ano

Ivan Huol (bateria), Ivan Bastos (baixo), Felipe Guedes (guitarra), Marcelo Galter (teclado), Rowney Scott (sax tenor e soprano), André Becker (sax alto e flauta), Joatan Nascimento (flugelhorne) e Gabi Guedes (percussão)

Juliana Areias Live at JAM do MAM –  1h17min to 1h.41min

 

Beco das Garrafas recebe Bossa Nova Baby pela primeira vez

juliana-areias-rio-corcovado-pao-de-acucarMeca da bossa carioca terá apresentação única da cantora e compositora Juliana Areias, no dia 28 de dezembro

Direto da Austrália, onde lançou seu primeiro disco, “Bossa Nova Baby”, que traz um quê de samba, jazz, funk americano, tango, choro, pop e, claro, muita bossa, Juliana Areias promete esquentar a cena do lendário Beco das Garrafas ou Bottle´s Bar, nome original da meca da bossa nova, local onde Elis e Lennie Dale se apresentaram no começo de suas carreiras, como mostra “Elis – O Filme”:

(https://www.facebook.com/elisofilme/videos/1335198753177902/)

“Bossa Nova Baby” está estourado nas rádios da Austrália e é finalista em diversos prêmios na categoria World Music/Latin Jazz, tendo concorrido a Melhor Álbum do Ano em 2015  e 2016 no WAM AWARD. “Flecha” e “Maré Cheia” também foram finalistas na categoria Melhor Canção do Ano, no prêmio australiano WAM SOTY 2015.

Agora, o disco faz seu début em terras cariocas.

O lançamento oficial por aqui é parte do projeto “Brasilidades” da Bossa Nova Productions, uma parceria com a agência de entretenimento e rádio online Bossa Nova Club.

Estão escalados para esta apresentação única os músicos  Natan Gomes (teclados), Humberto Mirabelli (violão e guitarra), Victor Bertrami (bateria), Rodrigo Villa (baixo) e Lelei Gracindo (sax/flauta) , no lugar de  José Carlos Bigorna .

juliana-areias-rio-natan-gomes-humberto-mirabelli-victor-bertrami-rodrigo-villa

Juliana apresentará as 12 faixas de seu álbum e os clássicos da bossa nova à sua maneira: “Garota de Ipanema”, homenagem a Tom Jobim e ao violonista Raphael Rabello, falecido em 1995, que antes de morrer gravou com Paco de Lucia uma versão instrumental, “a mais bonita e original de todas”, segundo a Bossa Nova Baby; “Águas de Março”, que terá o arranjo original da gravação de Tom Jobim e Elis Regina; “Rio”, de Roberto Menescal, uma homenagem à Leny Andrade, a cantora que Juliana mais ouviu e que costumava chamá-la de “amiguinha das fotos” porque não largava sua máquina fotográfica em seus shows; além de “Paris, de Santos Dumont aos travestis”, de Moacyr Luz e Aldir Blanc, canção divertidíssima, que mistura português com francês, e retrata a mistura da musica brasileira.

“Para mim, esta volta ao Brasil vai ser muito especial. Lembro que ainda adolescente queria saber tudo sobre bossa nova e acabou que nessa época conheci o Ruy Castro, que estava lançando o livro “Chega de saudade – a história e as histórias da Bossa Nova”. Ele ficou encantado que uma garota da minha idade soubesse tanto do assunto e me apelidou de Bossa Nova Baby. A vida me levou a muitos lugares depois disso, me apresentei no Montreux Jazz Festival, Sydney Opera House e no Ronnie Scott Jazz Club de Londres, e acabei lançando meu primeiro álbum em outro país, mas no fim ainda sou a bebê da Bossa Nova e estou super feliz de apresentar esse trabalho autoral na minha terra”, comemora Areias.

Show de Juliana Areias no Beco das Garrafas

Local: Beco das Garrafas, Bottle’s Bar (R. Duvivier, 37 – J, K, L – Copacabana. Tel: (21) 2543-2962 shows@becodasgarrafas.mus.br

Data: 28 de dezembro

Horário: 21h

Preço: R$ 40

Vendas: pagamento em dinheiro na porta

poster-beco-das-garrafas-juliana-areias-cartaz-horizontal

Para ouvir “Flecha”, “Maré Cheia”, “Belas Artes” e “Última Canção de um Amor” em streaming:

https://soundcloud.com/juliana-areias-1/sets/bossa-nova-baby-cd-order

Fotos e vídeos em:

www.julianaareias.com

 Sobre as faixas do álbum, por Juliana Areias:

 “Flecha” é uma homenagem aos 450 anos do Rio. Pensei no próprio São Sebastião do Rio de Janeiro, com suas flechas e misturei à alegoria das flechas do Cupido, de Oxossi e do Centauro.

“Maré Cheia” foi composta em parceria com Johannes Dimyadi, violonista indonesiano, radicado na Nova Zelândia. É uma canção cheia de balanço, que cheira a mar e verão. Conta a história de um pescador e uma sereia se preparando para um encontro. Vale a pena assistir ao “Lyrics video” / Stop motion com a letra da música sendo lavada pelo mar da praia de Cottesloe, cartão postal da cidade de Perth. Tem participação da Lilás, minha filha: https://www.youtube.com/watch?v=abXomXnNhxY

“Garoto de Copacabana” é uma homenagem a Tom Jobim, à bossa nova e sua “Garota de Ipanema”.

“Dia a dia” é sobre a vivência em São Paulo, em ritmo de tango cinematográfico.

“Como Vai” é a canção pop do álbum. Tem ares de Steve Wonder e Rita Lee, que foi minha primeira referência, inclusive “Bossa Nova Baby” como um todo é dedicado a Rita Lee e Tom Jobim.

“Night in Takapuna” é a única canção em inglês do álbum e homenageia a praia de Takapuna, meu local favorito Auckland, Nova Zelândia, onde me tornei mãe.

“Estrela Acalanto” é para os filhotes Jobim e Lilás, nomes que escolhi em homenagem a Tom e Djavan.

“Última Canção de um amor” compus para Genebra, “Meu lugar”, para Salvador, e “Missão”, para Perth, cidades que amo e onde morei.

“Belas Artes” foi escrita para o artista e escultor cibernético australiano, Geoffrey Drake-Brockman, em mente, que virá ao Brasil pela primeira vez nessa turnê.

O que a imprensa já disse sobre a Bossa Nova Baby:

“Celebramos a nova face da música australiana com o excelente álbum de bossa nova da cantora brasileira, sediada em Perth, Juliana Areias”. – Lucky Oceans – Rádio ABC, Austrália

“Destaque na cena de Jazz de Perth, o lançamento do álbum Bossa Nova Baby eleva Juliana Areias a um novo patamar, acima de uma mera intérprete ou especialista de bossa nova. A cantora surpreende em uma elegante composição em parceria com Doug de Vries, o mais eminente violonista de sete cordas australiano”. – Tony Hillier, The Australian

“É bossa que bate bola com o jazz, como vem acontecendo desde os anos 1960, e que acerta o alvo”. – Antônio Carlos Miguel, G1

“Maravilhoso bebê brasileiro-australiano, ‘Bossa Nova Baby’ com composições contemporâneas de Bossa Nova”. – Patrick Van de Wiele, Key and Chords, Bélgica

“Ritmicamente perfeito e apaixonante performance vocal”. – John McBeath – Jazz and Beyond, The Australian

“Bossa nova pulsa forte”. – Tanya MacNauhton, The Western Suburbs, Austrália

juliana-areias-bossa-nova-baby-folha-de-sao-paulo-ilustrada-2016

Informações à imprensa:

Graziele Marronato

e-mail: gmarronato@gmail.com

Telefone/Whatssap: 953 123 316

Facebook: Graziele Marronato

Skype: graziele.marronato

Press-release – Juliana Areias – Bossa Nova Baby in Brazil

Bossa Nova Baby retorna ao Brasil para lançamento de álbum de estreia e show em São Paulo, em dezembro

  • A cantora e compositora Juliana Areias estourou na Austrália, onde mora há nove anos, com o disco Bossa Nova Baby, produzido via crowdfunding e patrocínio do Departamento de Cultura e Arte da Austrália

  • Agora traz toda sua alma e bossa para a turnê brasileira, que começa por São Paulo, no dia 17 de dezembro, vai para o Rio de Janeiro, no dia 28 de dezembro, com show marcado no lendário Beco das Garrafas, e segue por Salvador, Fortaleza e Brasília

juliana-areias-bossa-nova-baby-na-avenida-paulista-2016O que é que a bossa nova tem? Muito a contar ainda! Embora os brasileiros andem um pouco esquecidinhos dela, os australianos tem amado o ritmo cada dia mais por obra de Juliana Areias, a cantora e compositora brasileira, que decidiu que era hora de lançar seu primeiro álbum por lá em 2015, depois de muito cantar mundo afora. Para tanto, reuniu 12 composições de sua autoria (listadas abaixo), que trazem um quê de samba, jazz, funk americano, tango, choro, pop e, claro, muita bossa, chamou os melhores músicos de jazz de Perth, onde mora, e com apoio conseguido via crowdfunding, além do patrocínio do Departamento de Cultura e Arte da Austrália, deu vida ao seu primeiro bebê artístico, o “Bossa Nova Baby”.

juliana-areias-bossa-nova-baby-folha-de-sao-paulo-ilustrada-2016“Foi interessante ver instrumentistas de jazz australianos dando o tempero deles a ritmos tão tipicamente brasileiros. Acho que isso traz uma sonoridade nova ao álbum e reflete o que é este trabalho e minha carreira com um todo: a união de uma raiz brasileira muito forte, sempre presente, mas com influências dos lugares por onde passei. As faixas, inclusive, foram compostas em parceria com músicos do Brasil, Austrália, Nova Zelândia e Europa”, conta Juliana.

Bombando na Austrália desde o lançamento, “Bossa Nova Baby” é presença constante nas rádios do país. Além de ser finalista em diversos prêmios na categoria World Music/Latin Jazz, concorreu a Melhor Álbum do Ano em 2015 e 2016 no WAM AWARD. “Flecha” e “Maré Cheia” também foram finalistas na categoria Melhor Canção do Ano, no prêmio australiano WAM SOTY 2015.

juliana-areias-em-sao-paulo-2016-na-rua-onde-cresceu-almirante-marques-leao-bela-vistaCom o sucesso no exterior, a cantora a casa torna para o lançamento oficial do disco, neste fim de 2016, como parte do projeto “Brasilidades” da Bossa Nova Productions. Em parceria com a agência de entretenimento e rádio online Bossa Nova Club, Juliana Areias prepara um itinerário que começa por São Paulo, onde faz show no dia 17 de dezembro, no Teatro Espaço Promon, muito bem acompanhada por um quinteto de músicos da Orquestra de Jazz Sinfônica de São Paulo, sendo um deles o baixista Rubens de Donno ou apenas Binho, musicista conceituado e primo de Juliana, uma de suas primeiras inspirações na música (descrição de todos os membros abaixo).

Já no dia 28 de dezembro, Ju Areias se apresenta no lendário Beco das Garrafas, no Rio de Janeiro, meca da bossa nova e local onde Elis e Lennie Dale se apresentaram no começo de suas carreiras, como mostra “Elis – O Filme”, que estreia em 24 de novembro:

Será uma apresentação única com os músicos convidados: José Carlos Bigorna (sax/ flauta), Natan Gomes (teclados), Humberto Mirabelli (violão e guitarra), Rodrigo Villa (baixo) e Victor Bertrami (bateria).

Em ambas as apresentações, Juliana apresentará as faixas de seu álbum e os clássicos da bossa nova à sua maneira: “Garota de Ipanema”, homenagem a Tom Jobim e ao violonista Raphael Rabello, falecido em 1995, que antes de morrer gravou com Paco de Lucia uma versão instrumental, “a mais bonita e original de todas”, segundo a Bossa Nova Baby; “Águas de Março”, que terá o arranjo original da gravação de Tom Jobim e Elis Regina; “Rio”, de Roberto Menescal, uma homenagem à Leny Andrade, a cantora que Juliana mais ouviu e que costumava chamá-la de “amiguinha das fotos” porque não largava sua máquina fotográfica em seus shows; além de “Paris, de Santos Dumont aos travestis”, de Moacyr Luz e Aldir Blanc, canção divertidíssima, que mistura português com francês, e retrata a mistura da musica brasileira. 

“Para mim, esta volta ao Brasil vai ser muito especial. Lembro que ainda adolescente queria saber tudo sobre bossa nova e acabou que nessa época conheci o Ruy Castro, que estava lançando o livro “Chega de saudade – a história e as histórias da Bossa Nova”. Ele ficou encantado que uma garota da minha idade soubesse tanto do assunto e me apelidou de Bossa Nova Baby. A vida me levou a muitos lugares depois disso, me apresentei no Montreux Jazz Festival, Sydney Opera House e no Ronnie Scott Jazz Club de Londres, e acabei lançando meu primeiro álbum em outro país, mas no fim ainda sou a bebê da Bossa Nova e estou super feliz de apresentar esse trabalho autoral na minha terra”, comemora Areias.

Para ouvir “Flecha”, “Maré Cheia”, “Belas Artes” e “Última Canção de um Amor” em streaming:

https://soundcloud.com/juliana-areias-1/sets/bossa-nova-baby-cd-order

Fotos e vídeos em:

www.julianaareias.com

SHOW EM SAO PAULO

poster-promon-ok-juliana-areias_cartaz-ok

Show de Juliana Areias com músicos convidados da Orquestra de Jazz Sinfônica de São Paulo, no Teatro Espaço Promon

Local: Teatro Espaço Promon (Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 1830 – Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04543-900) www.espacopromon.com

Data:17 de dezembro

Horário: 21h

Preço: R$ 80 (inteira), R$ 40 (deficientes, estudantes e acima de 60 anos) e 30% de desconto para membros do Bossa Nova Club

Vendas: www.julianaareias.com e www.ingressorapido.com.br

Músicos convidados:

– Chico Macedo, saxofonista e flautista. Já acompanhou Diana Krall, Arturo Sandoval, Eumir Deodato e Ivan Lins.

– Marcelo Guelfi, Maestro e pianista. Fez arranjos e shows com João Bosco, Milton Nascimento, Stanley Jordan, Amílton Godoy, Zimbo Trio e Daniela Mercury.

– Ramon Montagner, baterista. Gravou com Hermeto Paschoal e Sizão Machado.

– Dino Barioni, violonista membro e arranjador da Orquestra Saga “Sociedade Amigos da Gafieira”.

– Rubens de Donno, baixista. Gravou com Milton Nascimento e fez solo no show de Paquito d’Rivera, além de ser o primo mais velho de Juliana, uma eterna inspiração. Será a primeira vez que Juliana e Rubens, o Binho, subirão ao palco juntos.

juliana-areias-bossa-nova-baby-orquestra-de-jazz-sinfonica-de-sao-paulo-chico-macedo-rubens-de-donno-marcelo-guelfi-ramon-montagner-dino-barioni

SHOW NO RIO DE JANEIRO

poster-beco-das-garrafas-juliana-areias-cartaz-horizontal

Show de Juliana Areias no Beco das Garrafas

Local: Beco das Garrafas, Bottle’s Bar (R. Duvivier, 37 – J, K, L – Copacabana. Tel: (21) 2543-2962 shows@becodasgarrafas.mus.br

Data: 28 de dezembro

Horário: 21h

Preço: R$ 40

Vendas: pagamento em dinheiro na porta

Para reservas e informações, contatar Cristina Lages –  cristina.lages@gmail.com/  Cel: 55 11 98433-5733 (Bossa Nova Club – Bossa Nova Productions)

Sobre as faixas do álbum, por Juliana Areias:

“Flecha” é uma homenagem aos 450 anos do Rio. Pensei no próprio São Sebastião do Rio de Janeiro, com suas flechas e misturei à alegoria das flechas do Cupido, de Oxossi e do Centauro.

“Maré Cheia” foi composta em parceria com Johannes Dimyadi, violonista indonesiano, radicado na Nova Zelândia. É uma canção cheia de balanço, que cheira a mar e verão. Conta a história de um pescador e uma sereia se preparando para um encontro. Vale a pena assistir ao “Lyrics video” / Stop motion com a letra da música sendo lavada pelo mar da praia de Cottesloe, cartão postal da cidade de Perth. Tem participação da Lilás, minha filha: https://www.youtube.com/watch?v=abXomXnNhxY

“Garoto de Copacabana” é uma homenagem a Tom Jobim, à bossa nova e sua “Garota de Ipanema”.

“Dia a dia” é sobre a vivência em São Paulo, em ritmo de tango cinematográfico.

“Como Vai” é a canção pop do álbum. Tem ares de Steve Wonder e Rita Lee, que foi minha primeira referência, inclusive “Bossa Nova Baby” como um todo é dedicado a Rita Lee e Tom Jobim. 

“Night in Takapuna” é a única canção em inglês do álbum e homenageia a praia de Takapuna, meu local favorito Auckland, Nova Zelândia, onde me tornei mãe.

“Estrela Acalanto” é para os filhotes Jobim e Lilás, nomes que escolhi em homenagem a Tom e Djavan.

– “Última Canção de um amor” compus para Genebra, “Meu lugar”, para Salvador, e “Missão”, para Perth, cidades que amo e onde morei.

–  “Belas Artes” foi escrita para o artista e escultor cibernético australiano, Geoffrey Drake-Brockman, em mente, que virá ao Brasil pela primeira vez nessa turnê.

O que a imprensa já disse sobre a Bossa Nova Baby:

“Celebramos a nova face da música australiana com o excelente álbum de bossa nova da cantora brasileira, sediada em Perth, Juliana Areias”. – Lucky Oceans – Rádio ABC, Austrália

“Destaque na cena de Jazz de Perth, o lançamento do álbum Bossa Nova Baby eleva Juliana Areias a um novo patamar, acima de uma mera intérprete ou especialista de bossa nova. A cantora surpreende em uma elegante composição em parceria com Doug de Vries, o mais eminente violonista de sete cordas australiano”. – Tony Hillier, The Australian

“É bossa que bate bola com o jazz, como vem acontecendo desde os anos 1960, e que acerta o alvo”. – Antônio Carlos Miguel, G1

“Maravilhoso bebê brasileiro-australiano, ‘Bossa Nova Baby’ com composições contemporâneas de Bossa Nova”. – Patrick Van de Wiele, Key and Chords, Bélgica

“Ritmicamente perfeito e apaixonante performance vocal”. – John McBeath – Jazz and Beyond, The Australian

“Bossa nova pulsa forte”. – Tanya MacNauhton, The Western Suburbs, Austrália

Informações à imprensa:

Graziele Marronato

e-mail: gmarronato@gmail.com

Telefone/Whatssap: 953 123 316

Facebook: Graziele Marronato

Skype: graziele.marronato

 

Contemporary dialogue between bossa nova, Jazz, pop, funk, rock, samba, choro, forro, MPB and tango

%d bloggers like this: